Beija-flor

O beija-flor, colibri ou cuitelo é uma ave da ordem Trochiliformes, que inclui apenas a família Trochilidae e seus 108 gêneros. Existem 322 espécies conhecidas.
No Brasil, alguns gêneros recebem outros nomes, como os rabos-brancos do gênero Phaethornis ou os bicos-retos do gênero Heliomaster.

Além de belos são muito ágeis, quase que não focalizo este “azulão”.

Beija-flor

Os beija-flores são aves de pequeno porte, que medem em média 6 a 12 cm de comprimento e pesam 2 a 6 gramas. O bico é normalmente longo, mas o formato preciso varia bastante com a espécie e está adaptado ao formato da flor que constitui a base da alimentação de cada tipo de beija-flor. Uma característica comum é a língua bifurcada e extensível, usada para extrair o néctar das flores.

O esqueleto e constituição muscular dos beija-flores estão adaptados de forma a permitir um vôo rápido e extremamente ágil. São as únicas aves capazes de voar em marcha-ré e de permanecer imóveis no ar.

O batimento das asas é muito rápido e as espécies menores podem bater as asas 70 a 80 vezes por segundo. Em contraste, as patas dos beija-flores são pequenas demais para a ave caminhar sobre o solo.

As fêmeas são em geral maiores que os machos, mas apresentam coloração menos intensa. Vivem em média 12 anos e seu tempo de incubação é de 13 a 15 dias.

Saiba mais na Wikipédia!

Ranfastídeos

Segundo a Wikipédia, são designadas por tucano as aves da família Ramphastidae que vivem nas florestas da América Central e América do Sul. Possuem um bico grande e oco. Não é um bico forte, já que é muito comprido e a alavanca (maxilar) não é suficiente para conferir tal qualidade. Seu sistema digestivo é extremamente curto, o que explica sua base alimentar, já que as frutas são facilmente digeridas e absorvidas pelo trato gastrointestinal.   Além de serem frugívoros (comerem fruta), necessitam de um certo nível protéico na dieta, o qual alcançam caçando alguns insetos, pequenas presas (como largarto, perereca etc) e mesmo ovos de outras aves (e até filhotes).

Tucano

Possuem pés zigodáctilos (dois dedos direcionados para frente e dois para trás), típicos de animais que trepam em árvores.  Vivem e se reproduzem em casal isolado. A fêmea e o macho trabalham no ninho, que é construído em ocos de árvores. A fêmea choca e o macho a alimenta. Fazem postura de 3 a 4 ovos, cujo período de incubação é de 18 dias.

O Tucano-toco (Ramphastos toco) ainda não é uma espécie ameaçada de extinção, entretanto tem sido capturado e traficado para outros países a fim de ser vendido em lojas de animais. Isto tem como conseqüência a diminuição de sua população nas florestas, pondo em risco a variabilidade genética, como também a morte de muitos animais durante o transporte.

Tucanos

Estes Tucanos estavam em um pequeno grupo, de uns 5 exemplares, mais ou menos. Minha alegria ao ve-los foi tamanha e o cuidado para não assusta-los renderam estas fotos distantes. Espero um dia fotografa-los bem de perto!

Quilópodes

Quilópode (também conhecido por Centopeia) é qualquer organismo da classe Chilopoda do filo dos Artrópodes que inclui centopeias e lacraias.
São animais de rápida locomoção, carnívoros e não se enrolam.
Quilópodes ou centípedes ou centopeias apresentam entre 15 e 191 pares de pernas, o número de pares é sempre ímpar e por isso nenhum tem exatamente 100.
Estão distribuídos nas regiões temperadas e tropicais desde o nível do mar até altas elevações no solo e no húmus; embaixo de pedras, cascas de árvores e troncos e em cavernas e musgos.
Os quilopódes são predadores providos de uma garra com veneno; as quais podem levar perigo ao homem.
A maioria das espécies medem entre três e seis cm de comprimento, mas algumas espécies podem atingir os 30 cm.

Aqui apresentamos uma lacraia típica.

Lacraia

Papel de Parede do Meu Quintal

Sim!
Você pode usar as fotos do Meu Quintal como Wallpaper!

É só clicar com o botão direito e “Definir como papel de parede”.
E ainda pode salvar a imagem em seu computador.

Escolha a melhor imagem e redescubra a Natureza que existe em sua volta!

Cogumelo

E logo mais vou montar uma seção só de Wallpapers mais elaborados com a Logo do Meu Quintal!
Aguardem!!

Psitacídeos

Psitaciformes. Esta é a ordem que acolhe as Maritacas, Araras, Papagaios, Periquitos…
Segundo a Wikipédia são cerca de 360 espécies classificadas nos 80 gêneros da família dos Psitacídeos!

Maritaca

De forma geral, os psitaciformes caracterizam-se pelo bico encurvado, com a mandíbula superior recurvada sobre a inferior. Esta forma de bico é uma adaptação à alimentação à base de sementes e frutos. Estas aves são normalmente muito coloridas e algumas espécies são capazes de aprender a reproduzir sons de fala humana. Algumas espécies, nomeadamente as cacatuas, possuem uma crista móvel.

Os psittaciformes têm distribuição geográfica vasta, ocupando as regiões quentes e temperadas de todos os continentes. A maior biodiversidade do grupo encontra-se na Oceania, América Central e América do Sul.

Borboleta Monarca

A borboleta-monarca (Danaus plexippus) é uma borboleta da família dos ninfalídeos, da subfamília dos danaíneos, de ampla distribuição nas Américas.
Tais borboletas têm cerca de 70 mm de envergadura, asas laranjas com listras pretas e marcas brancas.
A população estadunidense dessas borboletas concentra-se aos milhões para realizar migrações regulares. Há indícios de que a espécie poderá estar colonizando o sul de Portugal.

A Borboleta Monarca começa a sua vida como um ovo posto por uma fêmea adulta numa folha de planta de serralha, Asclepias syriaca. É do tamanho da cabeça de um alfinete quando o ovo choca, 3 a 12 dias depois, a pequena larva ou lagarta com riscas brancas, amarelas e pretas, tem oito pares de pernas curtas para trepar e partes da boca desenhadas para mastigar folhas.
Mas somente folhas das plantas de serralha, mais nenhuma, como a planta de serralha tem uma seiva branca e pegajosa que é altamente tóxica para os outros animais, mas não afetam em nada a lagarta, apenas tornando seu corpo altamente tóxico para os predadores, como pássaros.

Borboleta Monarca.

Esta borboleta pousou no chão e logo corri para pegar a câmera. Nem precisava correr.
Ela pousou ali por alguns minutos e permitiu que eu a fotografasse de todos os ângulos.

Registrei suas cores fortes e ao mesmo tempo delicadas, parece que escolhidas a dedo por ela.
Os traços pretos e marcantes, o sombreado branco suave, suas pintinhas por toda a borda de suas asas.
Uma delicadeza tão grande, que até consegui que pousasse em minha mão esquerda, para minha surpresa.
Foi o momento mais bonito que vivenciei no Meu Quintal. Ela abria e fechava suas asas lentamente, e quase não se movia. Parecia entender que estava sendo fotografada.
Emprestou sua beleza para eu colorir esta página do blog, que estou compartilhando com vocês!

Borboleta Monarca.

Borboleta Monarca.

Borboleta Monarca.

Bicho-folha

O termo Bicho-folha é a designação comum aos insetos fasmatódeos (explico de forma fácil mais abaixo!) e aos ortópteros, que reúnem espécies que imitam folhas. A camuflagem atinge o máximo em espécies que simulam, com riqueza de detalhes, folhas que parecem ter sido parcialmente roídas por insetos ou se encontram manchadas por fungos. Também são conhecidos pelo nome de Esperança-folha.

Bicho-folha

Os insetos da ordem Phasmatodea são conhecidos como bicho-pau e bicho-folha, por sua eficiente camuflagem que os tornam semelhantes a pedaços de madeira ou a folhas, disfarçando-os em meio a vegetação. São animais inofensivos, e nas cidades podem ser encontrados em goiabeiras. A fêmea do bicho-pau põe cerca de 150 ovos.