Orquídea Silvestre – Catasetum cernuum

Numa tarde de passeio com nosso Gato Bit, esta Orquídea foi encontrada no chão.
Sem folhas. Pequenina. Quase sem vida.

Orquídea Silvestre

Colocamos junto à outra Orquídea nossa e regamos todos os dias.
Ela foi se unindo ao antigo xaxim e ganhando vida, crescendo as folhas, raízes e três hastes de flores.

Não sabemos sua espécie, mas ficamos muito felizes com as belíssimas flores, tão diferentes e que ficaram como uma lembrança para sempre de nosso Bichano, o Bit, que faleceu em 2014.

Todos os anos, de lá para cá, ela floresce e nos surpreende com seus cachos de flores lindas e pintadinhas.

Atualização 31/10/2016: Descobrimos o nome da espécie dela.
É uma Orquídea Catasetum cernuum.
Segundo a Wikipédia, “Tem a capacidade de reduzir seu metabolismo frente a qualquer ataque de pragas ou variações climáticas, chamado de dormência, no qual o Catasetum perde as folhas e reduz a absorção de água e nutrientes, permancendo latente até que as adversidades passem, brotando normalmente logo após. O gênero Catasetum é extremamente adaptável, mas requer umidade constante”.
Leia mais . . .

Simpáticos Jacuaçus


Desde Agosto um casal de Jacuaçus têm nos visitado diariamente.
Muito bonitos, com plumagem marrom escura e sombreado, tornando-as branco bem definidas, parecendo escamas.
As patas são acinzentadas.

Eu sei que ele é o macho, pois essas três penas em sua asa esquerda estão despenteadas faz tempo! E por seu tamanho e coloração meio grisalha das penas da cabeça.

Jacuaçu

Jacuaçu
Leia mais . . .

Sagui: visitante ilustre

Domingo, dia 3 de Fevereiro foi um dia e tanto!
Este pequeno primata se hospedou por dois dias no Meu Quintal!
Ouvi seu assobio, pensando que fosse um novo pássaro e sai no quintal para olhar. Olhei para as árvores, vi uma “cauda” diferente, meio fora do comum… não era um pássaro e sim um SAGUI!
Não cabia em mim de tanta emoção.

Sagui

Ele já estava indo embora, mas nos viu e veio saltando pelas árvores e chegou bem pertinho. Muito ágil!
Logo fui buscar uma banana para oferecer a ele. E é claro que ele gostou! Ele ainda “assobiou” mais algumas vezes, como se chamasse seu grupo. Olhamos por perto mas nem sinal de outro Sagui.

Sagui
Muito à vontade, chegou bem próximo!

Leia mais . . .

Mudas de Violeta

Violetas compradas podem muito bem gerar novas mudas.

Violeta

É só retirar uma folha de uma violeta adulta com um pedacinho do caule, de 1cm.
E então plantar num vasinho com terra e humus, enterrando todo o caule mais 1cm da folha.

Violeta

Após umas 8 semanas, é possível ver os brotinhos que nascem do caule da folha.

Violeta

DICAS
* É importante lembrar que as violetas gostam de bastante luz natural.
* Pode regá-las todos os dias, desde que não sobre água no pratinho.
* O ideal é que não tenham pratinhos para a terra não ficar encharcada!

Violeta
Violeta

Cogumelos Orelha-de-porco ou Orelha-de-Judas

Com o formato arredondado que lembra uma orelha, estes cogumelos são conhecidos por Orelha-de-Judas ou Orelha-de-porco.
Seu nome científico é Auricularia auricula-judae.
Há quem diga que são utilizados na culinária.
Nós preferimos não arriscar e só observamos!

Cogumelos Orelha-de-porco

*Cogumelos em sua grande maioria são tóxicos e perigosos.
Nunca tenha a intenção de comer qualquer cogumelo que encontrar em seu quintal!*

Bem-vindo ao nosso Blog!

O Blog Meu Quintal partiu de uma ideia simples, a de publicar o que existe, existiu e poderá existir dentro de uma área de apenas 700 metros quadrados.
A vontade de ter em um pequeno espaço um pouco daquilo que a natureza nos oferece.
A princípio a vontade era a mais simples, seguir os passos que nos foram ensinados de como fazer um Belo Jardim, ter um Pomar, cultivar um Canteiro de Flores, ter uma pequena Horta e tal.
De início até que entramos no clima, tudo arrumado, podado, uma graminha aqui e outra lá. Mas aos pouco a nossa interferência foi sendo deixada de lado, pois cuidar do espaço não é nada fácil, requer tempo e dedicação.
Como já dissemos, deixamos a Natureza tomar conta do nosso espaço, e aos poucos foram surgindo uma plantinha aqui, outra ali e fomos observando o que elas tinham a oferecer, pois, tenha certeza de que todas têm o seu papel e influência no Meio Ambiente.

Algumas espécies que surgiram têm como característica dominar o meio e sua força pode não deixar com que outras espécies progridam.
Sem muita habilidade e conhecimento interferimos e retiramos as mais dominantes, mas sem exterminar, só diminuir o seu domínio.
Vamos repetir várias vezes e com muita felicidade o surgimento de uma nova espécie e infelizmente o desaparecimento de outra.
Nem sempre colocar o dedo onde não se é chamado dá certo.
Mas algumas interferências podem ajudar, é como ganhar na loteria, e foi o que aconteceu! Havia uma planta que estava em um vaso havia tempo, e como neste espaço já existiam algumas espécies deixadas por nós, tive a idéia de plantar essa muda entre outras duas árvores conhecidas como Pereira.
Plantei a muda, um Ficus Elástica, nada natural para esse meio.
Passaram-se anos e ela cresceu imponente, e como não esperávamos, começou a produzir pequenas bolinhas esverdeadas, que depois amadureciam e ficavam vermelhas.
A nossa surpresa foi perceber que várias espécies de Pássaros começaram a se alimentar desses frutos.
Como já se sabe, os pássaros se alimentam e alí mesmo defecam, com isso foram semeando para nós novas espécies de plantas.
Agora vamos dar uma pausa, pois a história é longa e gratificante, e aos poucos faremos seus novos capítulos.
Cada capítulo irá mostrar que a Natureza, se deixada de lado (em PAZ), pode nos dar um sem número de Espécies de Plantas, Animais, Insetos e fenômenos, se nós não interferirmos.
A nossa intenção não é a de ensinar ou ser científico com relação as espécies de Plantas, Animais e Insetos que iremos mostrar, mas sim a de simplesmente mostar tudo que temos no Nosso Quintal.
Aos poucos descobriremos o nome de cada uma delas e com muita ajuda mostrar o que cada uma representa.
E, novamente, SEJA BEM-VINDO!!! 😀