Jacuaçu comilão

Todo dia é assim aqui no Meu Quintal.
É lavar os pratos de água ou até antes disso, que os Jacús (ou jacuaçus) ou cá pra nós “Galinhões”, vem voando para ganhar banana!

Esses Jacuaçus estão ficando sem vergonha!
Outro dia, um deles pulou no meu braço enquanto o outro comia banana do prato em cima do fogão.
Eu estava de costas e fui surpreendida!
Tentei repetir a proeza mas ele não quis subir no meu braço para o vídeo.
Me divirto com esses Galinhões!

Já é a quinta geração de filhotes dos Jacús que vêm aqui nos visitar.
Todos os anos a gente acompanha o sumiço deles por estarem no ninho se revezando nos cuidados e logo depois os filhotes pequenininhos vindo junto comer.

Além da banana, colocamos a quirela canjiquinha, ou conhecida como grits.
Ela parece bem com um açúcar cristal mais grosso.

Quirela Canjiquinha

Quirela Canjiquinha

É importante oferecer essa por que as pombas rolinhas, que são gulosas, comem muito e podem engasgar e morrer sufocadas, caso comam da quirela mais grossa.
Com o tempo nós descobrimos isso também.
Com o painço também acontecia, então paramos de oferecer. POis ela acaba comendo o painço junto com a casquinha.
Não descasca como os outros passarinhos fazem.
É uma comilona nata!

Sombra água fresca depois, eles ficam por aqui mesmo se limpando e pulando de ganho em galho, para mais tarde fazer mais uma boquinha.

E árvores frutíferas é o que não falta! Eles comem também uma planta rasteira que existe aqui.
Amoras e pitangas também fazem parte do cardápio dos Jacuaçus.

Apesar da crise, não deixamos de colocar comida e água fresca.
Mas a conta no fim do mês está ficando apertada.
Se você puder doar qualquer valor através do nosso link do PagSeguro, ficaremos muito felizes – e os passarinhos também!

Ou através da NuConta:
Banco 260 – Nu Pagamentos S.A.
Agência 0001
Conta 82214116-3
Lucy S Harold G da Silva

Obrigada por ler até aqui!

Parceiro Magalu – Comprando aqui vc tbm nos ajuda!

Meu amigo Lagartão!

A Primavera chegou e junto com ela os lagartos ficam mais ativos.
Esse Lagartão já conhece a gente há um tempão, tanto que ele(a) já se aproxima para ganhar banana.

Segundo a Wikipédia, o Tupinambis merianae é popularmente conhecido como teiú, lagartiu, teju, tegu, jacuraru, jacuaru, jacuruaru, jacruaru e caruaru.

Veja o momento em que ele vem correndo ganhar banana!
Estava pertinho da câmera, cerca de 1 metro de distância.

Todo dia uma foto nova no Instagram:
instagram.com/MeuQuintal

Fanpage:
fb.com/MeuQuintal

Twitter:
twitter.com/Meu_Quintal

Simpáticos Jacuaçus


Desde Agosto um casal de Jacuaçus têm nos visitado diariamente.
Muito bonitos, com plumagem marrom escura e sombreado, tornando-as branco bem definidas, parecendo escamas.
As patas são acinzentadas.

Eu sei que ele é o macho, pois essas três penas em sua asa esquerda estão despenteadas faz tempo! E por seu tamanho e coloração meio grisalha das penas da cabeça.

Jacuaçu

Jacuaçu
Leia mais . . .

Lagarto

Um lagarto que apareceu aqui no quintal. Eu o vi duas vezes. Talvez tenha voltado em outros dias.
Ele estava tranquilo, então o peguei na mão.
Eu corri riscos, já que algumas espécies, em contato com a pele, podemm causar queimaduras ou liberar toxinas.
Não foi o caso deste lagarto (não sei bem se é mesmo um lagarto).
Sua visita rendeu boas fotos!

Lagarto
Lagarteando no sol

Lagarto
Oi

Lagarto
Calmo, posando pra mim

Lagarto
Muito bonita sua “pele”

Cobra-de-duas-cabeças

Cobra-de-duas-cabeças é o nome popular desta espécie de réptil ápode (sem patas) que possui a extremidade da cauda parecida com sua cabeça.
Também é chamada de Cobra-cega.
Esclareço aqui que esta espécie amarela é um réptil pois possui escamas; diferenciando-a da Cobra-cega ou Cecília (Gimnofiono) que é uma ordem de anfíbios, também ápodes, semelhantes a minhocas (possuem anéis pelo corpo em vez de escamas).

Aqui, temos uma Amphisbaena alba.
Seus olhos são cobertos por uma pele protetora.
Possui musculatura bem forte e crânio bem rígido.
É um réptil cavador, ou seja, cava seus próprios túneis e possui hábito fossorial, vivem enterradas no solo úmido e se alimentam de pequenos invertebrados encontrados no caminho.
São importantes para aeração do solo e escoamento da água.
Por isso, quando vir uma Cobra-cega, respeite-a que ela não fará mal algum!

Cobra-cega

Se forem incomodadas, levantam sua bcabeça e cauda ao mesmo tempo, confundindo o predador.
Não possuem veneno, mas sua mordida pode ser bastante forte.
*Lembrando que animais silvestres não devem ser manipulados!*

Cobra-cega

É raramente vista na superfície, tornando estas fotos de extrema importância para nós!

Cobra-cega

Cobra-cega
Amphisbaena alba

Hilídeos – Pererecas

Hylidae é uma família de rãs selvagens comumente referidas como Pererecas, rainetas ou relas. No entanto,  incluem uma diversidade de espécies de “sapos”, muitos dos quais não vivem em árvores, mas são terrestres ou semi-aquáticos.

De pequeno porte, caracterizam-se pelos dedos terminados em ventosa, que lhe permitem prender-se a superfícies verticais. São dotadas de membranas elásticas, localizadas entre os dedos e podem realizar vôos de quase dois metros.

A maioria dos hilídeos mostram adaptações adequadas para um estilo de vida arbórea, incluindo olhos na frente fornecendo uma visão binocular, e almofadas adesivas nas patas dianteiras e traseiras.

Importante lembrar que as pererecas, assim como sapos e rãs, estão sendo banidos devido alterações e destruição de seu habitat e, apesar de causarem certo nojo e pavor, são indicadores de um meio ambiente saudável.

Esta rela estava coaxando próximo a janela de onde eu estava. Saí correndo, peguei a câmera nova e a fotografei.
Ela estava em cima de uma casinha que construímos para colocar alpiste para os pássaros. Até essa foto, NENHUM pássaro pousou nela. Esta visitante de olhar profundo foi a primeira a estrear.
Um flash e um disparo foram suficientes para registrar esse momento. Logo em seguida apaguei as luzes e a deixei a vontade para voltar “cantarolar”.

Perereca


Fonte: Wikipédia – Hylidae